Aos sucessores dos apóstolos no novo milénio

"Escutamos hoje no Evangelho: "Naquele tempo, Jesus chamou a Si os seus Doze discípulos e deu-lhes poder de expulsar os espíritos impuros e de curar todas as doenças e enfermidades. São estes os nomes dos doze apóstolos: primeiro, Simão, chamado Pedro, e André, seu irmão; Tiago, filho de Zebedeu, e João, seu irmão; Filipe e Bartolomeu; Tomé e Mateus, o publicano; Tiago, filho de Alfeu, e Tadeu; Simão, o Cananeu, e Judas Iscariotes, que foi quem O entregou. Jesus enviou estes Doze, dando-lhes as seguintes instruções: "Não sigais o caminho dos gentios, nem entreis em cidade de samaritanos. Ide primeiramente às ovelhas perdidas da casa de Israel. Pelo caminho, proclamai que está perto o reino dos Céus". O Senhor Jesus não chamou os discípulos para uma sequela individual, mas inseparavelmente pessoal e comunitária. E se isto é verdadeiro para todos os batizados, é-o de modo particular para os Apóstolos e para os seus sucessores. Estou convencido de que este novo milénio encerra uma vida comunitária acentuadamente eclesial e que isto se revela de modo especial naqueles que têm uma tarefa de responsabilidade na Igreja"

Venerável Cardeal Van Thuân no retiro pregado ao Papa João Paulo II e à cúria romana no jubileu do ano 2000

Rezamos pelos sucessores dos Apóstolos para que nos confirmem na fé da Igreja!

Pe. Marco Luís.

Pode comunicar-nos as graças alcançadas aqui ou através do e-mail causa.cardinalvanthuan@humandevelopment.va.